Macarrão instantâneo pode ser ruim para a saúde muito mais do que se pensava



Quem tem preguiça, pouco tempo ou nenhuma prática na cozinha conhece bem a facilidade do macarrão instantâneo. Em três minutos, um prato de comida pronto e temperado, sujando apenas uma panela.

O problema é que quem é adepto dessa comidinha também já deve ter ouvido falar que o produto faz mal, e uma pesquisa recente mostra que o macarrão pode ser muito mais prejudicial à saúde do que se imaginava.

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) recentemente analisou dez marcas de macarrão instantâneo e chegou a uma conclusão assustadora: o tempero em pó de algumas marcas do produto contém mais sódio do que a quantidade indicada para o consumo em um dia inteiro.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o consumo diário de sal não deve ultrapassar 4 gramas, e o de sódio, 2 gramas. No famoso Miojo, o sódio compõe 16% do produto – 0,8 gramas em cada pacotinho de tempero – isso porque a marca foi a classificada com a menor quantidade de sódio.


As marcas Qualitá e Piraquê têm 2,32 gramas de sódio no tempero, que tem 8 gramas no total.

A substância é um fator de risco para doenças cardíacas e hipertensão, além de aumentar a pressão arterial.

Outros problemas

Produtos deste tipo abusam do glutamato monossódico, utilizado como realçador de sabor.

O glutamato é conhecido como uma substância viciante e pode causar reações adversas no organismo, mas tem o seu uso liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Especialistas já observaram que o uso em excesso do glutamato pode causar enxaquecas, dores de cabeça, náusea, quimação no peito e sudorese, além de outras reações.

No macarrão da marca Maggi, a Pro Teste descobriu que o glutamato corresponde a quase 23% da formulação do produto.

Além do excesso de sódio e glutamato monossódico na fórmula, o macarrão instantâneo tem quantidades enormes de gordura.

O Nissin Lamen, por exemplo, tem 16 gramas de gordura em 85 gramas de alimento, quantidade correspondente a 29% da recomendação de consumo diário.



Comentar

2 − 1 =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.